bem-vinda ao postandpin

sara vieira consultoria instagram conteudo

bem-vinda ao postandpin

Um blog onde encontrarás dicas sobre Instagram e Marketing de Conteúdo. Junta-te aos mais de 70.000 empreendedores que todos os meses aprendem a optimizar a sua presença online aqui, no postandpin.

Como aparecer no Google: 5 passos para ficar na primeira posição

Dicas simples de SEO para criadores de conteúdo

Categorias: Conteúdo, Marketing
Etiquetas: , , ,
5 tácticas para aparecer na primeira página do Google Dicas prácticas para criadores de conteúdo e bloggers

Tácticas de optimização de conteúdo para aparecer na primeira página do Google

Neste artigo – O derradeiro guia de SEO para iniciantes: tutorial simples, passo por passo – cobrimos o que significa SEO, como funciona, termos básicos que é preciso saber, como optimizar para SEO e como fazer pesquisa de palavras-chave. Se ainda não o leste, recomendo começares por esse artigo e só depois voltares a este, uma vez que é um guia básico e essencial – onde reuni os conceitos mais básicos sobre SEO.

Hoje vamo-nos focar um pouco mais neste tópico e dedicar-nos apenas à optimização para SEO on-page, ou seja, optimização de conteúdo.

Ter um excelente texto ou artigo não chega. É importante optimizá-lo tanto para os motores de busca, como para os leitores. E neste artigo vou partilhar 5 dicas, fáceis de implementar, para começares a aplicar no teu blog ou negócio – de forma a melhorares a tua posição nos rankings e conseguires mais tráfego.

1. Incluir as palavras-chave

Uma das componentes básicas da optimização de conteúdo para SEO é garantir que incluimos palavras-chave. Onde?

  • No URL (slug)
  • No título do artigo (SEO title)
  • Na descrição (meta description)
  • No título H1
  • E no texto alternativo das imagens (alt-text)

Se precisas de ajuda para entender o que é o slug, descrição ou texto alternativo das imagens, vê o derradeiro guia de SEO para iniciantes, onde explico tudo em pormenor.

2. Optimizar as imagens

Optimizar as imagens que fazem parte do teu artigo também é um aspecto vital para o Google considerar colocar o teu artigo nos primeiros resultados.

Há dois aspectos a considerar na optimização de imagens para SEO: 1) por um lado, o tamanho da imagem e 2) por outro, o texto alternativo.

Imagens pesadas tornam a velocidade de carregamento das páginas mais lenta e isso influencia a experiência do utilizador, o que por sua vez acaba por impactar negativamente a posição no ranking do Google. Para evitar que isto aconteça optimiza sempre as imagens, utilizando a versão JPEG (em vez de PNG) e redimensionando-as e comprimindo-as.

As ferramentas que utilizo e recomendo para fazer isto é a Bulk Resize (para as colocar nas dimensões certas) e a TinyPNG (para comprimir o tamanho do ficheiro).

Depois do upload das imagens estar feito é altura de optimizar o seu texto alternativo (ou alt-text). O Google não faz apenas scan do texto mas também das imagens. Como? Através do alt-text – uma descrição que ajuda o motor de busca a compreender melhor a imagem que estamos a apresentar.

Aqui é importante incluir a palavra-chave ou termos relacionados, mas acima de tudo descrever em detalhe a imagem.

Por exemplo, se a keyword que queremos cobrir é “quando publicar” e a imagem que está dentro do artigo é uma infografia com as melhores alturas para publicar nas diferentes redes sociais, neste caso um bom texto alternativo seria “Infografia: quando publicar nas Redes Sociais – Instagram, Pinterest e Facebook”.

3. Incluir links internos para outras páginas

Outro dos aspectos que é importante não descurar ao nível da optimização do conteúdo ou da optimização on-page é a inclusão de links internos.

Incluir links para outros artigos dentro do teu blog, preferencialmente relacionados com o tema do artigo, irá melhor a experiência do utilizador e isto é uma métrica muito importante para o Google. Por outro lado, incluir links para páginas que já são fortes a nível de SEO irá ajudar a nova página a posicionar-se mais rapidamente.

Adiciona links para para artigos ou páginas relevantes, para novas publicações ou para as páginas mais fortes do teu site.

4. Usar títulos apelativos

Títulos que chamam a atenção, que provocam emoções ou respondem a uma necessidade obtêm mais cliques e isto traduz-se numa taxa de cliques (ou, em inglês, click-through rate) alta.

Porque é importante que obter uma CTR alta? Porque uma taxa de cliques alta mostra aos motores de busca que o teu conteúdo é interessante. E quanto mais interessante for, mais alto o teu conteúdo será posicionado.

Definição de Taxa de Cliques: A CTR é a proporção entre o número de pessoas que visualizaram uma campanha e o número de pessoas que carregaram nela. Basicamente a taxa de cliques é o número de cliques recebidos dividido pelo número de vezes que a campanha foi exposta. CTP = cliques ÷ impressões. Por exemplo, se o teu artigo receber 100 impressões (ao ser apresentado nos resultados do Google) e dessas 100 impressões receber 5 cliques, então a tua CTR é de 5%.

Como é que garantes que os teus títulos estão optimizados para SEO?

Antes de mais, não percas este artigo, 7 dicas infalíveis para um título impossível de ser ignorado, onde partilho várias dicas e exemplos prácticos.

Outra dica super útil para encontrar um bom título para SEO é, antes de publicares o artigo, fazeres uma pesquisa no Google com a palavra-chave que queres cobrir.

Analisar os artigos que aparecem nas primeiras posições e retirar algumas conclusões. Há algum padrão? Esta análise permite-te perceber porque é que o Google acha que estes conteúdos são os melhores e porque é que merecem estar na primeira página.

5. Escrever uma descrição cativante e convincente

Sermos muito estratégicos com o título de SEO é super importante. Mas sermos estratégicos com a descrição ou meta description é igualmente importante. Em algums casos é este o factor determinante que leva algumas pessoas a carregar no nosso artigo ou noutro que vejam nos resultados.

Entre dois títulos muito semelhantes é a meta description que determina qual o conteúdo mais interessante. Por isso mesmo, quanto mais cativante e convincente for a descrição melhor.

A descrição deve ser curta e directa, ser um bom reflexo do que está no artigo, descrevendo a sua proposta de valor ou o benefício deste conteúdo.

Por exemplo:

Vamos imaginar que isto são dois resultados que aparecem no Google:

Guia de SEO para iniciantes

Descubra como optimizar para SEO neste guia sobre optimização de sites.

Guia Definitivo de SEO para iniciantes

Explicação fácil e passo a passo de como optimizar e ganhar tráfego. Este é o único guia que vais precisar.

Qual dos dois resultados achas mais apelativo?

O primeiro é uma repetição dos mesmos termos e ideia.

O segundo explica o que vão encontrar no artigo e dá confiança ao leitor que, mesmo que o seu conhecimento de SEO seja inexistente ou básico, ele vai conseguir acompanhar este guia. E isto torna esta descrição bem mais apelativa que a primeira.

Estas foram as minhas 5 dicas para optimizar conteúdo para SEO!
Já conhecias todas? Já as colocavas em prática no teu blog ou negócio? Se tiveres dúvidas relacionadas com SEO ou optimização de conteúdo, deixa-as aqui na secção de comentários e tentarei ajudar ao máximo!

Não se esqueçam de guardar este pin, para salvar este guia de optimização de conteúdo:

5 tácticas de optimização de conteúdo para aparecer na primeira página do Goog

Continuar a ler:

comentários